Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

porque eu gosto de arte contemporânea

Imagem
Bem, eu prometi que tocaria no assunto, então: Sei que a maioria das pessoas que eu conheço não gostam de arte contemporânea. Alguns abominam, outros simplesmente olham e não entendem ou fazem aquela cara de "ah! tá bom que isso é arte!". Passam pela arte clássica e renascentista com paixão, chegam no impressionismo com boa vontade a altamente "impressionados", mas param por aí.
Eu confesso que gosto muito e não é à toa que fui em três museus de arte contemporânea durante minha viagem e visitei também o setor de arte contemporânea de um deles.
Não que eu seja entendida em artes plásticas.
O que acontece então? O que me chama atenção em obras como as que estão abaixo?


Bem, desde criança tenho contato com arte e meus pais providenciaram para que este contato acontecesse da melhor maneira possível: com liberdade e interação. Tenho lembrança e fotos de ser levada a museus e exposições e aparecer com a cabeça enfiada entre as esculturas, imitando a expressão dos retr…

antes que o mundo acabe...

Imagem
Como se não bastasse a revisão necessária e as lembranças da viagem que acabo de fazer, que exigem posts aqui no blog [nem completei a parte de Amsterdam ainda], devo inaugurar mais uma linha de posts de viagem: já estou planejando a próxima!
Dessa vez em versão mais ousada pois pretendo pegar minha licença prêmio para mochilar pela Europa por 3 meses.
Vamos ver se rola e como rola.
Aproveitando vou tentar colocando aqui as informações de pesquisa, para ir organizando a vida e ajudando a tomar decisões.
Ainda há bastante antecedência (infelizmente não antecedência "financeira" hehe), mas como o projeto é grande será necessário.

Minha primeira relação de lugares de interesse, não na sequência de viagem, mas por prioridade ou ordem de INTERESSE. Ainda um esboço, que será trabalhado. Com certeza muita coisa vai cair fora, dependendo dos valores, companhias, época, etc e tal.

LondresItáliaSul da FrançaBerlinMaastricht [por 1 dia]BrugesIsraelGréciaPragaVienaBudapesteEstocolmoCope…

o que a saudades alimenta em mim... lembranças e desejos

Imagem
"Se em uma bela manhã, ainda deitado em seu leito, um homem sensível tentasse contar nos dedos as coisas que na vida lhe proporcionam um prazer autêntico, inevitavelmente descobriria que a primeira delas é a comida."
Lin Yutang



















uma música que salva

Imagem
Estava toda tpm-deprÊ-saudosa-equivocada- atrapalhada-atolada em trabalho quando descobri... uma ORAÇÃO, da banda mais bonita da cidade.

viajando em imagens: NOTURNAS

Imagem
Alta noite já se ia, ninguém na estrada andava
No caminho que ninguém caminha, alta noite já se ia
Ninguém com os pés na água
Nenhuma pessoa sozinha ia
Nenhuma pessoa vinha
Nem a manhãzinha, nem a madrugada
Nem a estrela-guia, nem a estrela d'alva
[marisa monte - alta noite; composição de arnaldo antunes]













[republicando] A chave que faltava

Imagem
continuação do post: A segunda chave...

Como já tinha acontecido duas vezes, foi inevitável esperar pela chave de Barcelona. Ao contrário de Paris, foi muito fácil chegar e passar meus primeiros dias em Barcelona.
Mesmo assim, não é disso que depende a chave da cidade. Não adianta procurá-la. Ela aparece e vai até você.
Se é assim, não precisava ficar preocupada, provavelmente uma hora aconteceria. E já estava me achando no lucro de qualquer forma.
Foi ao final do segundo dia, depois de andar por metade dos pontos turísticos do lugar, subindo muito por umas 10 horas no total.
Estava voltando pra casa e passando muito feliz e contente pelo museu e pelas fontes mágicas. O show tinha acabado de começar, as pessoas ao redor muito contentes e... o sol se pondo.
Sei que ajudei um casal de turistas a tirar fotos (ficaram horríveis!!! kkk), tirei duas fotos do pôr-do-sol e desci três degraus foi quando aconteceu. Da maneira mais linda possível: preparei a máquina para mais uma foto…

[republicando] A segunda chave

Imagem
continuação do post: A primeira chave...
Confesso que  não pensei que a experiência de Amsterdam fosse se repetir no decorrer da viagem nas outras cidades.
A chegada a Paris foi difícil, apesar da facilidade de me despedir de Amsterdam.
Tive uma absurda crise histérica já no voo. Como o Isma falou, cheguei armada. Não sei bem porque ainda mas desisti de ir pra Paris minutos antes de embarcar. Bem, isso também é assunto para outro post. A questão aqui é que meu primeiro dia na cidade foi no mínimo tenso e cheguei inclusive a levar uma pedrada de um traficante e uma bolada arrebentou meu celular nas escadarias da Sacre Couer. Tirando o reencontro com os amigos queridos, odiei todos os outros minutos deste primeiro dia. Mas calma, porque fui devidamente resgatada por brasileiras que dividiram o mesmo quarto comigo no hostel e me levaram pra Disney no dia seguinte. rs
****
Outra coisa que precisa ser contada aqui: para completar o panorama sinistro, no meu terceiro dia na cidad…

[republicando] A primeira chave

Imagem
continuação do post: A chave da cidade...


Durante o primeiro dia em Amsterdam e na metade do segundo, eu vi muita coisa: fui a museus, percorri o centro da cidade a pé, fui ao Red Light District, entrei em sex shops, andei de barco nos canais, tirei foto no IAMSTERDAM, andei de tram, fui ao mercado, vi guerra de travesseiro na praça central... Todas coisas muito legais ou interessantes ou divertidas ou muito malucas e que adorei fazer. Mas estava sempre vendo, do lado de fora, o movimento, a cidade, os nativos e os turistas.
Então, na tarde deste segundo dia, quando procurava a Rembrandtplein (que não encontrei até o final da viagem), andando pela terceira vez na mesma rua cheia de lojas, passei por um delicatessen. Na verdade, me chamou atenção as frutinhas nas banquinhas do lado de fora. Cheguei perto pra ver. Um casal de turistas japonês, bem típico, tentava se acertar com a dona da delicatessen, o ser mais disponível e simpatico que vocês podem imaginar.
Fui atraída …

[republicando] A chave da cidade - parte I

como o post original ficou gigante e eu sei que ninguém leu,dividi em partes para ver se rola... rs
Dá para viajar de várias maneiras. E aqui estou falando só das várias maneiras literais, nada em sentido figurado.
Quando eu comecei a planejar minha viagem para a Europa, entendi logo que não faria uma viagem "sightseeing". Nada de agências de viagem. Nada de visitar 10 países em 15 dias. Sem city tour. Não que eu seja contra este tipo de viagem, mas sabia que não era disso que precisava.
Por isso me limitei a três grandes cidades: Amsterdam, Paris e Barcelona.
Quando a gente faz viagem sightseeing a gente VÊ a cidade. Eu precisava ENTRAR nelas.Não entrar e residir, experimentar a vida como moradora, mas entrar e manter meu status de turista. Claro que eu não sabia disso assim, só tinha certeza de que não estava lá só para ver e passar pelos pontos turísticos.
A clareza da "natureza" da minha viagem, que eu não sou capaz de descrever de todo mas de viven…

roteiro de 3 dias por Amsterdam: DIA 3

Imagem
Bem, chegamos ao último dia em Amsterdam.

Dia 3
acorde bem cedo e vá para o Keukenhof (o parque de tulipas que descrevi e falei sobre como chegar em post anterior). Mesmo se você incluir a visita a todo o parque mais um passeio de bicicleta pelos campos de tulipas dá para voltar até 15h/16h. Mas tem que acordar cedo e não ficar se enrolando muito.ao voltar vá para o Jordaan [bairro onde me hospedei] e simplesmente ande por lá até passar pela Westerkerk (é uma igreja) e ir na Casa de Anne Frank (quase ao lado). A Casa de Anne Frank fica aberta até tarde, então se quiser fazer essa parte a noite, tudo bem. Aproveite e passe, mesmo que seja só por fora, no Museu da Tulipa. Depois siga para a Rembrandtplein,de preferência passando pelo mercado de flores, e curta o movimento e baladas/bares/cafés. O museu da fotografia FOAM fica ali por perto.se não quiser acordar cedo ou ir ao parque ou estiver lá em uma época na qual o parque está fechado, você poderá escolher a ordem dos passeios do dia. …

viajando em imagens: PELOS CANAIS DE AMSTERDAM II

Imagem

viajando em imagens: PELOS CANAIS DE AMSTERDAM I

Imagem

roteiro de 3 dias por Amsterdam: DIA 2

Imagem
Geralmente meu segundo dia nos lugares costuma ser o mais pesado da viagem. Sim, eu me empolgo!
Vamos lá, então. Até porque meu segundo dia era domingo e dia de museu free, foquei em museus...
Minha sugestão é essa mesmo. É bom ter em mente que há museu para tudo em Amsterdam, sugiro para uma primeira vez na cidade os "mais mais", só que dá muito bem para adaptar segundo o gosto do freguês.

Dia 2
acorde feliz e vá para a Museumplein. Sim: uma praça de museus!nos arredores, dependendo do lado pelo qual você vai para a praça já pode encontrar muita coisa interessante: Holland Casino, o Vondelpark (parque queridinho da cidade!), a rua chiquérrima de lojas de marca (P. C. Hooftstraat), vários prédios bonitos, entre outras coisas.a Museumplein em si é uma praça bem ampla que três dos principais museus da cidade: o museu Van Gogh, o museu nacional de arte e história Rijksmuseum e o Stedelijk, de arte moderna e contemporânea. Visitei os três e acho os dois primeiros imperdíveis! nest…

Dam, Dam Square e arredores

Imagem

roteiro de três dias por Amsterdam: DIA 01

Imagem
Uma amiga pediu dicas de Amsterdam e como eu já queria intercalar posts de relatos da minha viagem com outros de dicas e informações práticas, resolvi montar um roteiro básico para Amsterdam.
Como não fiz programação turística no último dia, montei um roteiro de três dias com tudo que eu vi e com uma dica ou outra avulsa do que eu gostaria de ter incluído.

Dia 01
Acho que o primeiro dia em qualquer cidade é bom para ambientação, por isso, depois do check in no hotel (e o que mais você precisar fazer antes de ir pra rua...):
trace um caminho até a Dam Square. É uma das principais praças, bem central. Dependendo de onde vocês estiver hospedado já aproveita e vê o que tem no caminho: provavelmente Canais Lindos!chegando na Dam, veja o que está rolando. No meu caso era uma guerra gigante de travesseiros! Tem artista de rua sempre e muito movimento.o museu de cera Madame Tussaudsfica lá. Eu não fui porque estava sozinha e acho que museu de cera é bom em grupinho com muito bom humor. Todo mun…