As gêmeas viajam: Um dia divertido no Rio



Cada vez que vou ao Rio com as gêmeas, geralmente como escala,  aproveitamos para curtir a cidade de uma maneira diferente. Em novembro de 2016, resolvemos aproveitar a recente inauguração do AquaRio e parar de adiar a ida ao Porto Maravilha e arredores. De quebra, eu aproveitei para encontrar com a família e amigos.

Como os ingressos já estavam comprados pela internet (site do AquaRio aqui) com horário marcado para o final da manhã, resolvemos fazer do aquário a nossa primeira atração e ir marcando os encontros para depois.

Fomos de metrô até o centro e na estação cinelândia pegamos a linha azul do VLT. Muito prático e com um trajeto super agradável. Estava um dia de sol maravilhoso destacando o que o Rio tem de melhor.

Beatriz e minha mãe no VLT: aprovado!
Tem uma estação do VLT bem perto do Aquário. Trocamos os ingressos na recepção sem enfrentar filas e fomos de elevador para o último andar, onde começa o percurso de visitação. Devemos ter levado quase duas horas para fazer a visita toda, com paradas estratégicas para troca das meninas no banheiro e uns minutos de descanso em frente ao grande aquário. As gêmeas curtiram muito o passeio, sem estranhar o ambiente escuro em nenhum momento. A única preocupação era evitar que elas tocassem nos vidros. Claro que o momento alto fica por conta do túnel final em que os visitantes caminham (ou ficam no meio do caminho tirando selfies... hehe) cercados de águas, peixes e tubarões. 


Saímos e elas ainda quiseram brincar um pouco do lado de fora antes de continuarmos. Depois de alguma correria, fomos caminhando pelo Boulevard Olímpico na direção do Museu do Amanhã. Essa caminhada vale a pena! No meio do caminho, passamos pelos murais do Kobra (MARAVILHOSOS!) e de outros artistas e por um espaço gastronômico. 






Almoçamos em um foodtruck perto da Praça Mauá, já com minha tia e uma amiga e fomos ao último andar do Museu de Arte do Rio (MAR) para apreciar a vista. 

Vista de cima do M.A.R

Para finalizar o passeio visitamos o Museu do Amanhã. Essa parte do passeio minhas filhas não aproveitaram tanto: enquanto uma dormiu o tempo todo, a outra passou da curiosidade inicial ao susto durante o filme da primeira sala (o Big Bang foi demais para ela). Não ficamos muito tempo por lá. Acredito que crianças um pouco maiores consigam aproveitar mais o Museu.
 



Museu do Amanhã

 

Esse é um passeio que eu recomendo fortemente, mesmo com crianças. Para as menores, leve carrinho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As Gêmeas Viajam: Algumas reflexões sobre viajar com bebês

As Gêmeas Viajam: Porto de Galinhas com bebês

Buenos aires para finalizar