Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

Orçamento do mochilão Peru e deserto do Atacama?

Imagem
Agora que acabou o relato do mochilão, vale a pena conferir de novo quanto custou a diversão:

Gastos com alimentação aquihttp://www.curiousabout-cwb.blogspot.com.br/2013/11/orcamento-de-mochilao-pelo-peru-e_8509.html

Gastos com excursões e atrações aquihttp://www.curiousabout-cwb.blogspot.com.br/2013/11/orcamento-de-mochilao-pelo-peru-e_26.html

Gastos com locomoção aquihttp://www.curiousabout-cwb.blogspot.com.br/2013/11/orcamento-de-mochilao-pelo-peru-e.html

Gastos com hospedagem aquihttp://www.curiousabout-cwb.blogspot.com.br/2013/11/orcamento-de-mochilao-pelo-peru-e_24.html

Lembrando: a viagem foi feita em setembro e outubro de 2013.

Deserto do Atacama - Dia 5: Atacama de bicicleta e Termas de Puritama

Imagem
Como em toda viagem, mais cedo ou mais tarde, chegamos ao final. Os cinco dias que passei no Deserto do Atacama, tendo vindo do Perú, foram inesquecíveis com toda certeza. Não sei precisar quando exatamente cai de amores pelo Deserto mas sai de lá dizendo que se nada mais desse certo, viraria guia de turismo no Atacama. O fato é que San Pedro vai encantando, vai enfeitiçando, as pessoas vão adiando a volta ou o próximo destino como podem e alguns simplesmente descobrem um belo dia que ficaram! Se fosse esse o começo do mochilão, eu certamente nunca tria chegado em Machu Picchu. Bem, mas meu último dia de viagem não foi de reflexões. Como já havia feito todos os passeios principais mais o deslumbrante Salar de Tara e o Tour Astronômico, esse dia estava com uma programação bem livre. Decidi no dia anterior agendar as termas de Puritama, bem light e relaxante para a tarde. A ideia era dormir até mais tarde e, se desse tempo e vontade, alugar uma bicicleta e dar umas voltas e depois ir p…

Deserto do Atacama - Dia 4: Geysers del Tatio, Laguna Cejar, Tebinchique e Tour Astronômico

Imagem
Dia intenso do nascer ao por-do-sol, literalmente. O tour aos Geysers del Tatio começam de madrugada pois é ao nascer do sol que o show tem seu ápice. Saindo às 4h da manhã do hostel, o caminho até Tatio é percorrido em silêncio e no escuro, com a maior parte dos turistas dormindo no ônibus. Novamente, trata-se de um passeio em altitudes elevadas e baixas temperaturas. Provavelmente, as mais baixas de toda a viagem. Eu, por exemplo, peguei 10 graus negativos ao chegar no lugar. É muitoooooooooo frio!!! Ainda mais na minha cabeça de carioca, que mesmo morando em Curitiba desde dos 10 anos de idade ainda não consegue conceber gente vivendo em temperaturas abaixo de -5°. Como eu já sabia do frio, coloquei praticamente toda a minha roupa. Confesso que teria aturado perfeitamente se não fosse o detalhe dos pés congelando.  Esse é um dos imperdíveis do Atacama. Quando você chega lá em cima, já está claro, mas mesmo assim é um espetáculo ver o solo explodindo em vapor d'água enquanto o s…