Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

SENDO ALICE

De tanto brincar e adormecer na borda...
... essa semana escorreguei pela toca do coelho!


Cai
.
.
.
Cai
.
.
.
E quando não achava mais que fosse parar de cair, me estatelei com gosto.
Olhei de lado, como quem não quer ver
e enxerguei , assim mesmo sem querer,
que estava sozinha.
Sem sinal de lebre, de chapeleiro, de mesa, de vidrinho etiquetado
Como assim?
Não me senti nem maior nem menor do que antes.
Como assim?
Escorregar pela toca do coelho e continuar do mesmo tamanho?
Chorei

chorei

chorei

Mas não provoquei nenhuma inundação que me levasse até a mesa grande com chavinha pra porta!
Até pq não havia,
mesão, chavinha ou porta.
Só fiquei de olhos inchados,
muito.
Assim sem ver direito,
tateei por uma saída
e encontrei uma janela.
Me espremi por ela
não por que tivesse crescido, vejam bem
mas porque engordei mesmo.











Outro espaço vazio
Me senti pequena, diminuta,
sem ter encolhido nenhum centímetro.

O coelho passa
Apressado, é claro
Corro atrás dele,
mais por força do hábito e
pra não ficar sozinha.
Não o acompanho! (ando mata…