Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

A ROOM WITH A VIEW

Imagem
Sempre gostei de janelas e sacadas! Acho até que meus amigos já nem estranhavam mais me ver debruçada numa janela na casa dos outros olhando pra rua enquanto todo mundo socializava e se divertia lá dentro. Houve um tempo até (meu Deus!! Essa construção de frase revela: estou velha! RS) que eu brincava dizendo que meu lugar favorito numa casa era a janela. Achava que isso tivesse mudado: ultimamente percebia que estava mais preocupada (finalmente!) com o que vai dentro da casa, com o "ninho" que eu gostaria de contruir, com aconchego e lar, com decoração de interiores (rs). Mas, pelo visto, toda mudança ainda guarda na gente um pouco do que fomos. Explico: organizando minhas fotos tiradas no último ano percebi entre elas inúmeras tiradas de janelas. Do apartamento de uma amiga em Camboriú tinha mais de 30... bem, a vista magnífica justifica! Mas como explicar as 15 da janela do meu quarto? E tantas outras de diferentes janelas? E aquela filha única da janela do quarto dos fun…

to be or not to be: Marilyn

Imagem
Gente, um amigo me deu o toque: publiquei aqui no blog uma foto da Marilyn que pode não ser a Monroe... hehe! Provavelmente é a atriz doidinha Lindsey Lohan, que fez um ensaio-imitação recente com o mesmo fotógrafo que clicou MM. Digo "provavelmente" porque a quantidade de ensaios de atrizes/modelos/cantoras imitando Marilyn é absurda. E o que aponta meu erro é a ausência de uma cicatriz presente na maioria das fotos do mito tiradas por Bert Stern. Engraçado que agora, nesta segunda pesquisa, encontrei mais uma foto relacionada à exposição das fotos de Stern aqui no Brasil (pré ensaio da Lindsey) que mostra Marilyn sem cicatriz!! Vai saber... Por via das dúvidas, aqui estão mais fotos da MM (que nunca é demais) e a "imitação".
Monroe por Bert Stern Monroe sem cicatriz? Lindsey por Bert Stern


Tem uma coluna escrita por Luciana Pessanha que fala do poder de sedução de Marilyn evidente nas derradeiras fotos e divulga o livro de Bert Stern: "Marilyn Monroe - A última …

curious about: WOLVERINE

Imagem
Ai ai ai, meus hormônios!!! Divulgadas algumas fotinhos da aventura solo do mutante mais sexy do planeta...

Em X-Men Origins: Wolverine, que só deve ser lançado em 2009, Hugh Jackman retoma o personagem em busca de seu passado antes de se juntar aos X-Men. O filme deve contar ainda com as participações de Liev Schreiber como Dente de Sabre, Danny Huston como William Stryker, Dominic Monaghan como Bico, Lynn Collins como a Raposa Prateada, Daniel Henney como Agente Zero, entre outros. Alguns nomes ou personagens ainda não foram confirmados. Enquanto "seu lobo" não vem... só nos resta esperar! rs!

Fotos para a semana

Imagem
Como adoro fotografia, resolvi montar uma galeria semanal com fotos que me chamarem atenção. Aqui vão as primeiras:

Essa foto deve estar pulando de blog em blog pq é ótima! Eu vi e copiei do blog ASTB, do Jornale, postado em 12 de fevereiro. O fotógrafo é Custódio Coimbra.







Trabalho de Rasmus Mogensen, disponível em seu portfolio online.





Balão do Darth Vader na exposição sobre Star Wars que sobrevoa no momento a Bélgica e já passou por Holanda, Inglaterra, França e Estados Unidos. Segundo informações no site Glamurama, a exposição deve chegar a São Paulo em 5 de março.

Uma das fotos mais legais da campanha We All Walk... In Different Shoes do designer de bolsas e sapatos americano Kenneth Cole. Além dessa foto da cantora Theo Kogan, estão disponíveis vídeos-depoimentos e fotos dos cineastas Dror Shaul and Hany Abu-Assad que moram em Israel, da imigrante ilegal Sônia, da editora da revista POZ (sobre vivendo na condição de ser soro positivo) Regan Hofman, entre outros. Diferentes? Somos t…

MORE THAN THIS, letra e tradução

A música que Boby Harris canta em Lost in Translation, tem também nas versões do Roxy Music (acho que é criação da banda) e com o 1000 Maniacs. no youtube: com Roxy Music. No filme, com Bill Murray.More than this - Mais do que issoI could feel at the time - Eu podia sentir naquele tempo

There was no way of knowing - Não havia como saber

Fallen leaves in the night - Folhas caídas na noite

Who can say where they're blowing - Quem poderia dizer para onde elas estão soprando

As free as the wind - Tão livres quanto o vento

Hopefully learning - E aprendendo esperançosamente

Why the sea on the tide - Porque o mar durante a maré

Has no way of turning - Não tem meios de voltar

More than this you know there's nothing - Mais do que isso, você sabe que não há nada...

More than this tell me one thing - Mais do que isso, me diga uma coisa...

More than this ooh there is nothing - Mais do que isso, ooh não há nada...

It was fun for a while - Foi divertido por um tempo

There was no way of knowing - Não hav…

curious about: "lost in translation"

Imagem
Esse post vem da curiosidade de um amigo em saber o que afinal significa esse "lost in translation" que eu vivo usando (aqui no blog, no msn...). Então, "lost in translation" nada mais é do que o título original do filme dirigido por Sophia Coppola e lançado no Brasil como Encontros e Desencontros. Literalmente: "perdido na tradução"! No filme, Bill Murray (Bob Harris) e Scarlett Johansson (Charlotte) interpretam dois americanos em Tóquio, ele a trabalho e ela acompanhando o marido fotógrafo. Ela percorre a cidade para preencher o tempo, ele percorre o hotel. Setem-se perdidos, deslocados em suas próprias vidas; e o fato de estarem em uma cidade estranha deixa isso em evidência. Até que ocorre o encontro entre os dois... Em termos de enredo, não há muito mais a ser dito. Em termos cinematográficos, muita coisa acontece: nos silêncios e pausas, nos olhares, na música, na sensibilidade despertada. Algumas pessoas já me falaram que não gostam do filme por uma…

correção: Programação do Festival

A programção do antigo Festival de Teatro de Curitiba,agora apenas Festival de Curitiba já está disponível no link: http://www.festivaldecuritiba.com.br/ftc2008/index.asp.

curious about: JUNO

Imagem
Já tinha ouvido falar bastante desse filme como sendo um dos melhores da atual temporada de "filmes indicados ao Óscar". Alguns chegaram a dizer que ele era o "Pequena Miss Sunshine" deste ano. Como adorei Pequena Miss Sunshine, lá fui eu, munida de todas as minhas expectativas, pro cinema... e aqui vão minhas impressões:

Claro que, com essa expectativa, estranhei um pouco o filme inicialmente. Confesso que após a abertura (uma animação bem legal!) permaneci um tempo ainda procurando por uma kombi amarela. Rs! Nenhuma kombi apareceu e, embora os personagens também tenham seus desajustes e peculiaridades, não se trata de uma "recauchutagem" do filme indie de sucesso do ano passado. Juno é um filme com personalidade própria... e que personalidade!! Com diálogos ótimos e atuações afiadas, conquista justamente por fugir dos clichês. Nada é típico nele, e isso é um grande alívio. Como o roteiro original - premiado ontem com o Oscar para Diablo Cody - não segue …

Tensão, risadas e irmãos Coen

Imagem
AVISO AOS NAVEGANTES: CONTÉM UM PEQUENO SPOILER SOBRE O FILME. NÃO ESTRAGA MUITA COISA, MAS SE AINDA NÃO ASSISTIU... CUIDADO! Depois não diga que eu não avisei... RS Tommy Lee Jones como o xerife Ed Tom Bell em Onde os Fracos Não Têm Vez
No final de semana que passou conversava, entre amigos e amigos de amigos, justamente sobre reações a filmes em sessões de cinema. Mais precisamente, sobre morrer de rir em filmes que as pessoas pareçam estar levando muito a sério ou quando a situação está tensa. Qual não foi minha surpresa então ao assistir Onde os Fracos Não Têm Vez, filme dos irmãos Coen em cartaz nos cinemas de Curitiba...
Não sou muito "versada" na obra dos Coen, confesso que só assiti a esse filme e a Fargo (que acho muito bom!), mas sei que eles primam pela irônia e humor negro. Sabia também que este filme era bastante violento e tenso. Realmente, o trabalho deles em construir cenas tensas é primoroso, inacreditável até... Em alguns momentos você simplesmente imagina que…

curious about: ANYONE ELSE BUT YOU

Imagem
Música "fofa" de um filme bem interessante: Juno!!! Link no youtube (assim que conseguir baixar, coloco o vídeo aqui...):

http://www.youtube.com/watch?v=nBDbUVXXp-U.


Juno (trilha sonora) -Anyone Else But You , Moldy Peaches

You're a part time lover and a full time friend
The monkey on you're back is the latest trend
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you
Here is the church and here is the steeple
We sure are cute for two ugly people
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you
We both have shiny happy fits of rage
You want more fans, I want more stage
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you
You are always trying to keep it real
I'm in love with how you feel
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you
I kiss you on the brain in the shadow of a train
I kiss you all starry eyed, my body's swinging from
side to side
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you
The pebbles forgive me, the trees forgiv…

curious about: RE-UNIÃO

A Cia Girolê estréia novo espetáculo dia 1° de fevereiro no Espaço Dois. RE-UNIÃO é um espetáculo musical criado pelas atrizes e cantoras Luana Godinho e Caroline Casagrande para apresentar composições próprias fugindo do formato "um banquinho e um violão". Com direção cênica de Cléo Cavalcantty, o espetáculo apresenta a história de irmãs siamesas que, ao morderem uma maçã, dividem-se e desencontram-se. Através das metáforas e canções, elas buscam uma maneira de se reunirem. Serviço: RE-UNIÃO - espetáculo teatral. Local: Espaço Dois, 01,02;08,09 de março - 21:00hs
R.: Comendador Macedo, 431. Fone: (041)3362 - 6224. Curitiba/Paraná

curious about: Festival de Teatro de Curitiba

Fevereiro chegando ao fim, março apontando de leve no calendário. Pra quem gosta de teatro, a curiosidade já começa a apontar também sobre o que vai ter de bom no Festival de Teatro de Curitiba deste ano. Críticas à parte, tanto pra quem curte essa manifestação artística quanto pra quem faz, fica difícil ignorar um evento tão grande (aliás, há anos a maior parte das críticas ao FTC giram em torno desse "inchaço" da programação e dos critérios de seleção e curadoria). A programação deve ser divulgada no site a partir do dia 25 de fevereiro e o Festival acontece entre 20 e 30 de março.
site do FTC: http://www.festivaldeteatro.com.br/site/index.asp.
Fica o convite aos amigos e leitores do blog: comentem as expectativas de vocês, indiquem e critiquem os espetáculos. Todas as opiniões (desde que assinadas, em respeito aos artistas) serão bem vindas!

Sabedoria (alheia!!) sobre a tal da busca de sentidos

E já que falei de Alice e dos sentidos e do "filtro solar" e de se definir que caminho tomar, vai aqui um exemplo de pensamento que admiro a respeito do assunto:


"Dizem que o que procuramos é um sentido para a vida. Não penso que seja assim. Penso que o que estamos procurando é uma experiência de estar vivos, de modo que nossas experiências de vida, no plano puramente físico, tenham ressonância no interior do nosso ser e da nossa realidade mais íntimos, de modo que realmente sintamos o enlevo de estar vivo..."

Por Joseph Campbell.

Que caminhos seguir?

“Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar para sair daqui?”
“Isso depende bastante de onde você quer chegar”, disse o Gato.
“O lugar não me importa muito...”, disse Alice.
“Então não importa que caminho você vai tomar”, disse o Gato.

Alice no País das Maravilhas, L. Carroll

curious about: ALICE!!!

Imagem
"Comece pelo começo, siga até chegar ao fim e então, pare". De Lewis Carroll em Alice no País das Maravilhas.

Nada mais natural do que a primeira postagem deste blog ser sobre a obra de Lewis Carroll. O escritor inglês criou no século XIX uma história repleta de figuras emblemáticas e questionamentos ainda hoje instigantes. Figuras como o Chapeleiro Maluco, a Lebre de Março, a Rainha de Copas, o Gato de Cheshire, o Coelho Apressado e a própria Alice conquistaram seu espaço no imaginário popular e receberam inúmeras interpretações e adaptações desde que foram concebidas nas atividades de contação de histórias de seu autor em 1865. Charles Lutwidge Dodgson (Lewis Carroll era seu pseudônimo) era professor de matemática e fotógrafo amador. A pedido de Alice Lidell, durante um passeio de barco, criou um conto que viria a ser futuramente publicado como Alice no País das Maravilhas. Numa tarde tediosa e encalorada, a menina Alice segue curiosa o Coelho Branco – apressado – para um m…